quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Quão reveladora a roupa de uma mulher cristã deve ser? - Por Julian Freeman


Pergunta: Simplesmente, quão reveladora a roupa de uma mulher cristã deve ser? Resposta: Muito reveladora… de fato, as mulheres cristãs devem desejar vestir-se da maneira mais reveladora possível.
É claro que o que elas devem revelar é algo diferente de carne. Mulheres cristãs, além de ter a meta de “cobrir o corpo”, deveriam ter como objetivo  “revelar o evangelho” quando escolhem as roupas toda manhã.
O tempo quente está chegando novamente e as roupas de primavera e verão estão prestes a retornar. Então, pensei que poderia servir nossa igreja oferecendo um pequeno lembrete às mulheres cristãs em todos lugares de que elas devem buscar a modéstia tendo o propósito de revelar o evangelho.
Aqui estão duas verdades que as mulheres cristãs podem usar para conectar o evangelho à modéstia em seu vestuário:

1. No evangelho, Jesus deixou de lado seus direitos e liberdades pelo o propósito de servir

Filipenses 2 relata como Jesus tinha reivindicações legítimas à divindade e à honra, mas negou a si mesmo, tomando uma aperência humilde, e, em um comportamento submisso, se sujeitou à obediência e à servidão por amar aqueles que era mais fracos. Essa é a essência do evangelho.
De uma maneira parecida, as mulheres cristãs podem seguir o exemplo de Paulo, que de bom grado negou as suas liberdades com o intuito de servir aqueles que eram mais fracos (1Co 9) porque, assim, ele reflete o evangelho. Assim como Jesus não “agarrou” aquilo que era de Seu direito, as mulheres cristãs não precisam lutar pelo direito de vestir o que elas quiserem.
Elas podem revelar sua semelhança com Cristo à medida que abandonam seu direito de vestir o que quiserem em favor daqueles que são mais fracos.

2. No evangelho, Jesus velou Sua glória com o propósito de servir

Quando Jesus encarnou, Sua glória estava velada. Tinha que ser assim, senão, morreríamos. Para nos servir vivendo uma vida santa e morrendo em nosso lugar, Ele teve que esconder o que era bonito (por um tempo e em um contexto), então todos nós poderíamos observar aquele que é a Verdadeira Beleza no tempo. Por causa do evangelho, Ele encobriu o que era bom para servir aos outros.
De modo similar, mulheres cristãs podem encobrir a beleza de suas partes mais íntimas com o propósito de servir aqueles que são mais fracos, porque isso espelha o evangelho. Você nunca deve pensar que o chamado à modéstia é um chamado para se cobrir porque tem algo sujo a respeito do corpo feminino – nada pode estar mais longe da verdade. Mas, assim como Jesus não revelou toda a Sua beleza de maneiras inapropiadas, as mulheres cristãs não precisam lutar pelos seus direitos de exibir sua beleza; elas podem guardar isso para um futuro contexto de intimidade mais apropiado e mais agradável a Deus.
Elas podem revelar sua semelhança com Cristo a medida que velam sua glória, pelo propósito de servir.

Uma nota para equilibrar

Uma vez que a conversa sobre modéstia pode frequentemente tornar-se algum tipo de briga sobre palavras e opiniões, eu quero dirigir nossas mentes de volta à Palavra especificamente (pense sobre 1 Timóteo 2 e 1 Pedro 3). A última coisa que queremos fazer é adicionar algo à Palavra de Deus conduzindo a consciência das pessoas de maneira não-bíblica.
Então, o que o Novo Testamento realmente diz?
O que Pedro e Paulo enfatizam é:
  1. Não se vista como as pessoas soberbas/influentes/sexualmente imorais de seus dias, uma vez que isso oculta o seu comprometimento com Cristo;
  2. Não se vista de forma que seu corpo chame mais atenção do que suas obras como uma mulher piedosa;
  3. Não se vista para conquistar a aprovação ou consideração das pessoas;
  4. Em todas essas coisas, o amor a Deus e às outras pessoas é o maior mandamento que temos, e precisa ser refletido nas nossas escolhas de vestimenta.

Então, onde estão os limites?

Eu, sincera e seriamente, quero dizer isso de todo o coração: Se uma mulher está procurando seguir aqueles quatro pontos cuidadosamente, então, penso que delinear mais limites é algo inútil. Cristo nos manda amar e nos deu Seu Espírito para podermos discernir o que isso significa. A Palavra de Deus, oração, e o conselho de outros crentes (juntamente com uma dose saudável de autodesconfiança) são seus melhores amigos além disso.
Aqueles de nós que são tentados a delinear limites e regras para os outros e condená-los devido à liberdade precisam se lembrar de que ir além do que é revelado na Bíblia é brincar de Deus (se tornando um fariseu), isso restringe a consciência das pessoas de uma maneira prejudicial. Se quisermos ser práticos em relação à modéstia, talvez a melhor coisa que possamos fazer, ao invés de falar sobre limites, é falar sobre as motivações do coração. Precisamos focar no que significa amar, já que este é o maior mandamento de todos.

À questão principal

Então, quão reveladora a roupa de uma mulher cristã deve ser? Deve ser muito reveladora. Deve revelar sua castidade, suas boas obras, sua humildade de serva, e seu amor pelos outros que se recusa a fazer-se muito de si mesma.
Mas, principalmente, deve revelar o evangelho que a salvou e que é o Senhor dela. Um evangelho que se regozija em recusar a glória e a liberdade devido ao amor ao próximo. A roupa de uma mulher deve – e irá – revelar o seu Deus.
Por iPródigo.com   Traduzido por Fernanda Vilela 
Texto Original Julian Freeman

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...